4 de fevereiro de 2013

Complexo de Sônia

Antes de eu viajar nas férias, minha melhor amiga Raíssa disse que estava animada porque, na nossa nova turma, ela iria estudar junto com as amigas de infância dela. Aí eu achei estranho. Amigas de infância? A Raíssa nunca mencionou qualquer "amiga de infância" que ela tinha, nunca me falou nada sobre isso. Ainda assim, resolvi deixar pra lá e pedi para que ela me apresentasse à elas, pois, se eram amigas da minha melhor amiga, tinha certeza que deviam ser garotas bem legais.
E então eu viajei. Quando voltei de viagem, a Raíssa se distanciou um pouco, parou de ligar. Tentei ligar para ela mais algumas vezes para nos encontrarmos antes das aulas, mas o telefone dava sempre ocupado, desligado ou então chamava, chamava e ninguém atendia. Foi estranho, mas por isso me animei no primeiro dia de aula para encontrá-la.
E, no primeiro dia, lá estava ela. Acabei chegando atrasada, depois que todo mundo já escolheu o lugar, e tive que sentar lá na frente, longe dela. No entanto, ela não parecia estar preocupada com isso. Na verdade, estava se divertindo muito em volta de umas 5 garotas que não paravam de falar, rir e trocar bilhetinhos. Nunca vi aquelas garotas na minha vida, então pensei que deviam ser as tais "amigas de infância" da Raíssa. Enquanto o professor foi ao banheiro, fui dar um oi para elas. Todas, inclusive a Raíssa, responderam com um "oi" sem vontade. Pedi somente para a Raíssa, então, não se esquecer de me esperar na sala até eu descer para o recreio.

Aula vai aula vem, o recreio chegou. E, enquanto eu pegava meu lanche, percebi que a Raíssa já tinha descido com todas aquelas meninas. Fiquei meio chateada, me perguntando se fiz algo de errado para a Raíssa estar agindo daquela maneira comigo. Mais tarde eu ligaria para ela para perguntar.
Desci e fui procurar ela e sua turminha. Estavam na frente da mesa de pebolim, numa rodinha, falando e rindo muito como sempre. Tentei me enturmar, entrar na rodinha, mas elas me ignoravam e meio que fechavam a rodinha quando eu ia me incluir. Uma vez ou outra eu tentava conversar com elas, mas era ignorada da mesma maneira. Cutuquei a Raíssa discretamente e pedi para ela me apresentar às meninas. E tudo que ela me respondeu foi "ah, se enturma aí, eu não preciso ficar te apresentando, né?".
Nessa mesma hora fiquei com uma p*ta raiva. Desisti de me enturmar com garotas que estavam "se divertindo demais para conhecer gente nova" e fui procurar meus outros amigos.
Então, do nada, a minha amiga mais fofoqueira, a Fabiana, veio falar comigo.
- Está sozinha?
- Hã? Não, não, eu só estou esperando a Raíssa vir falar comigo, agora ela está lá falando alguma coisa com as amigas dela.
- As Sônias?
- "Sônias"?
- Sônia Astrid, a loirinha, Sônia Pinheiro, a de óculos, Sônia Coutinho, a baixinha, Sônia Marques, a morena, e Sônia Azul, a de cabelo cacheado.
Então todas elas se chamavam Sônia?? Qual a probabilidade disso? Qual a probabilidade de 5 Sônias, na mesma escola e mesma turma, serem todas amigas de infância entre si, e logo amigas de infância da minha Raíssa? Ela nem tinha amigas de infância quando eu a conheci, eu era melhor amiga dela muito antes dela ter essas tais amigas de infância. Pensei comigo mesma: "deve ser só hoje, o primeiro dia, que ela está animada por revê-las. Amanhã, tudo vai voltar ao normal, ela vai voltar a falar comigo, quem sabe até me apresentar a alguma Sônia.
- E desde quando elas se conhecem?
- Desde o jardim de infância, eu acho. Esse ano, todas elas resolveram mudar para a mesma escola.
Era uma armação de Sônias para tentar tirar a minha melhor amiga de mim!!

O sinal tocou. Aula vai, aula vem, e como eu já esperava, voltei para casa sem a Raíssa. Almocei, fiz meu dever de casa e tudo mais, e à noite fui ligar para a Raíssa. Por um milagre, ela atendeu.
- Oi, Son!! - disse ela, toda felizinha.
"Son"?? Agora ela inventou apelidinhos fofinhos para as amigas dela? Ela nunca inventou um mísero apelido para mim, e está inventando para essas sirigaitas? Além disso, porque ela atendeu achando que era a Son? Quantas Sons devem ter ligado para ela só hoje para achar que eu era mais outra Son???
- Oi, Raíssa. Não é a Sônia, é a Ester.
- Ah, oi. - ela perdeu 80% da simpatia de antes ao falar essa frase.
- Raíssa, só queria saber se tá tudo bem. Hoje na aula você nem falou comigo direito, ficou até me ignorando. E nas férias você também não ligou para mim nem nada. Eu fiz alguma coisa que te magoou? Pode ser sincera, eu vou entender.
- Ih, tá doida, mulher? Eu falei com você, sim. Eu só estava conversando mais com as minhas outras amigas, porque elas tinham muita coisa para contar e relembrar. Mas relaxa, tá tudo bem. - o que ela dizia não combinava com o tom de voz dela, que parecia dizer "desliga logo esse telefone e para de me encher o saco, eu quero falar com a Son".
- Jura mesmo?
- Sim, juro. Olha, tenho que desligar, vou tomar banho. Tchau!
Depois que ela praticamente desligou na minha cara, tentei ligar pra ela de novo. Adivinha: ocupado. Quer apostar quanto que era a Sônia? Que Sônia? Não importa, era uma Sônia.

Ela disse que era só aquele primeiro dia que ela não falou muito comigo. Mas passou terça, quarta, quinta, passou a semana inteira e ela continuou grudadinha nas Sons, me ignorando. Nem me ligar ela me ligou. Também não arrisquei. Será que se eu mudasse meu nome para Sônia, ela me ligaria? Ela voltaria a falar comigo? Eu não perderia a minha melhor amiga?
Foi aí que eu tive uma ideia. Descobri por acaso o telefone de uma dessas Sônias, ao abrir um bilhetinho jogado no lixo. Era o telefone da Sônia Azul. E como eu tinha uma voz bem parecida com a voz da Raíssa, me esforcei ao máximo para tentar imitar a voz dela e fingi que era ela.
Por incrível que pareça, a tal da Sônia Azul caiu direitinho. Falou umas bobagens no início, coisas de Sônia, mas logo perguntou por que eu, quer dizer, a Raíssa, estava tão quieta. Disse que estava pensativa, porque esses dias a Ester (eu) ligou, perguntando se tinha alguma coisa errada, e eu (Raíssa) fiquei com medo de falar "a verdade" (que eu nem sei o que é, aliás), e perguntei se eu devia logo contar a verdade pra ela.
A Sônia não entendeu. Talvez não houvesse verdade nenhuma, afinal. Até que a Sônia falou a frase fatal:
- Peraí, amiga. Quem é Ester?
A Raíssa nunca falou para as amigas dela de mim?
- É aquela menina que enche o nosso saco de vez em quando, sabe, nossa colega, de cabelo castanho, liso e de aparelho. Ela era minha melhor amiga desde a 5a série, não te contei dela, não?
- Ahh, acho que eu sei quem é. Mas você nunca falou nada dela, não. Ela parece meio chata, né? Mas enfim, qual é essa tal "verdade"?
Desliguei na cara dessa coitada da Sônia Azul. Eu não apenas era chata, eu era simplesmente insignificante na vida da Raíssa!! Por que ela vinha fazendo isso comigo? Será que eu era só uma substituta das Sônias?
Não importava mais. Em vez de ligar para a Raíssa de novo, liguei para a Fabiana e perguntei se ela queria sair naquele sábado. Ela aceitou animada. Depois, vi o telefone da Raíssa na minha agenda. Risquei seu nome e acima escrevi: "Sônia".

Um comentário:

  1. haha que legal! mas to perdida nos seus textos, tem sequencia nhe??
    Viu agr entendi, ah mas ta bonitinho auqi se bem q gostava mais do estilo do outro é o q gosto
    vich direito é mssm E ele num apssou mas tava do segundo colegial e eia fazer d td pra dar certo, brigamos mto feio e acho q acabou :( :( :( nos ignoramos a manha inteira pq estamos na mesma escola ah é um saco
    Viu qto a isso da escola descobrir NÃO CREIO! ql o problrema? a vida é sua, a opinião tbm, vc num fez nada de errado ee stamos em uma pais livre e democratico aff
    Meu prof q adoro de redação sabe q alguns amigos, os amigos homens as vezes me enchem o saco sabe como é neh? ahah ams nada d + eles ate gostam, mas nunca niguem falo nada
    o fodsa é minha tia q le e ficaa fiscalizando difarzadamentel e odeio isso pq o blog é miinha fuga e valvula de escape deste mundo, ams enfum neh??
    bjuss
    lamourmonage.blogspotcom

    ResponderExcluir

Seu recado é muito importante!
Qualquer que seja sua mensagem, vou ficar muito feliz em saber o que você gostou e o que eu posso melhorar.
Obrigada! (: