14 de novembro de 2013

Fotografia

Tinha uma amiga no nosso grupo que era um inferno: não importa pra onde, levava a câmera de fotos. Se fosse na padaria, clic no bolo. Se fosse no clube, clic na piscina. No restaurante, clic na mesa. Na festa, clic no dj e nas bebidas. Na praia, clic no mar. E clic na gente, o tempo todo. Não se podia passar 5 minutos em paz sem ouvir um "sorria" ou "diga x".

Na maioria das vezes, ela nem aproveitava o momento. Em vez de comer a comida, mergulhar na piscina, conversar e rir com os amigos, dançar, era só "peraí, deixa eu tirar foto disso" ou "peraí, não se mexe que essa pose tá ótima". Aquilo não fazia sentido pra gente. 

Até que gostávamos de ver as fotos, mas, alguma hora, alguém chegou e perguntou: "por que você não para de tirar foto e vem aproveitar com a gente?", e ela respondia: "porque eu quero reviver o momento depois".

Qual momento? Para a nossa visão, todos os momentos dela eram iguais: dela tirando foto das coisas. Ela ia reviver aquele momento de estar tirando foto? Memórias inesquecíveis, hein? A quem ela estava querendo enganar?

Uma vez um zé sem-noção apagou sem querer todas as fotos da memória da  câmera dela. No dia seguinte, ela acordou com amnésia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu recado é muito importante!
Qualquer que seja sua mensagem, vou ficar muito feliz em saber o que você gostou e o que eu posso melhorar.
Obrigada! (: